O BIÊNIO 2011/2012 foi de investimento, reestruturação administrativa e de realizações na ASSOF

17/12/2012 | Home PageNotícias
Fonte: A A A

Capitão Elias Presidente da ASSOF

 O Biênio 2011/2012 está praticamente encerrado. Nos primeiros dias do mês de janeiro de 2013, seguindo imperativo estatutário, serão empossados os novos gestores da Associação dos Oficiais da Polícia e do Corpo de Bombeiros Militares de Goiás – ASSOF.

Ao assumirmos o leme em janeiro de 2011, logo de início baixamos diretriz que iria permear todo o período de nossa gestão: todas as decisões seriam tomadas em conjunto pela Diretoria, ou seja, foi implantado um modelo de gestao compartilhada no qual cada diretor tem direito a voz e voto na tomada de decisão. Primeiro desafio que obteve maioria de votos foi a extinção do 13º Salário dos diretores.

Seguindo essa diretriz, várias decisões foram tomadas que implicaram em completa reformulação da administração e do modo de administrar a Associação dos Oficiais. Essa reestruturação nos levou a demitir vários servidores que apresentavam comportamento incompatível com os objetivos da empresa. Outros foram instados a adotar postura compatível. Por outro lado, bons funcionários foram preservados e orientados quanto à nova política.

Cumprimento rigoroso de todos os direitos dos trabalhadores foi outra diretriz elevada à condição de princípio. Vários documentos que são obrigatórios para empresas foram elaborados. Entre eles, o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais (PPRA), o Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional (PCMSO) e o Laudo Técnico de Condições Ambientais do Trabalho (LTCAT). Todo Equipamento de Proteção Individual apontado como necessário, foi adquirido.

Outra exigência da lei trabalhista cumprida foi a instalação de relógio de ponto digital. Essa norma foi cumprida no mês de agosto de 2011 e se reveste de mais segurança para o trabalhador e para a empresa. O relógio digital gera um ticket impresso para o servidor e um relatório digital que é impresso no final do mês para controle da empresa.

Outro exemplo que pode ser citado foi o estabelecimento de rigoroso controle da receita auferida no balcão, levado a efeito com o estabelecimento de um relatório financeiro. Com a criação do relatório financeiro diário e a revisão de todos os contratos de locação dos espaços do clube, a receita foi incrementada em mais de 10%. Vale ressaltar que também foi necessário o remanajamento de servidores de um para outro setor da empresa. Esse acréscimo da receita permitiu a realização de vários projetos, alguns já foram citados em número anterior desta revista. Vale a pena relembrar.

  • Alguns projetos realizados ainda em 2011:

1)  Aquecimento das piscinas: Este foi o primeiro e com certeza o maior projeto realizado pela atual gestão. O que era uma antiga reivindicação dos associados tornou-se realidade no início de julho de 2011. A empresa ganhadora da concorrência foi a Solarium – Indústria de Aquecedor Solar, sediada na Av. Rio Verde, Setor Pedro Ludovico. O custo total do projeto foi de R$ 42.000,00 (quarenta e dois mil reais) que foram pagos em dez parcelas iguais de R$ 4.200,00 (quatro mil e duzentos reais). Foram aquecidas as duas piscinas maiores do Clube dos Oficiais. A temperatura média da água é de 28º Celsius, inclusive no inverno, o que propicia muito conforto aos banhistas de todas as faixas etárias.

2)  Reforma da Sauna: Por ser muito antiga, a sauna carecia de reforma tanto nas instalações como nas máquinas de aquecimento. A reforma passou por duas etapas. Na primeira etapa, foi providenciada a reforma dos armários, reforma da pintura e a troca do sistema antigo de aquecimento a gás por um sistema elétrico moderno, mais econômico e eficiente, cujo investimento estimado foi de doze mil reais. A segunda etapa que consistiu na abertura de uma passagem da sauna a vapor para uma pequena piscina que fica no interior da sauna, foi custeada quase totalmente pelo Major Marden, integrante do Conselho Fiscal. Na abertura que foi criada, foi colocado um vidro blindex, de modo que os usuários da sauna descem por uma escada, passam por baixo do blindex e saem na piscina.

3)  Revitalização da Pintura do Clube dos Oficiais: A pintura foi viabilizada através da parceria entre a ASSOF e a empresa de tintas LEINERTEX que forneceu as tintas, resultando em uma economia de aproximadamente quinze mil reais. A contrapartida da Assof foi permitir a pintura da logomarca da empresa em painéis dispostos no muro que circunda a área da entidade.

4)  Reparo na Quadra de Tênis nº 01: Com a construção de um prédio nas imediações do Clube dos Oficiais, surgiu uma fissura no solo que avançou rumo à quadra de Tênis nº 01. Tal fenômeno pode estar ligado ao rebaixamento do lençol freático que grandes construções provocam. A fissura já estava comprometendo a prática do esporte na Quadra 01. Foi contratada mão de obra especializada para recuperar a qualidade do piso da quadra.

5)  Instalação do Sistema de Cloração da Água: Apesar de o clube ser abastecido com água de uma nascente própria, a vigilância sanitária exige que toda a água utilizada para consumo humano, inclusive a água de chuveiro, seja clorada. Dessa forma, a Diretoria da ASSOF adquiriu e instalou um aparelho de dosagem de cloro. Hoje, toda a água do clube é tratada de acordo com as normas vigentes.

  • Principais projetos em 2012:

1)  Reforma do alambrado do bosque: o alambrado que circunda o bosque e o lago do clube estava destruído em alguns pontos. A reforma foi produzida por funcionários da entidade o que propiciou importante economia. Este é um projeto em fase de conclusão.

2)  Implantação do uniforme: medida que foi adotada no segundo semestre de 2012 e teve a participação de servidores na escolha do modelo.

3)  Iluminação do campo de grama sintética e reforma da iluminação do campo de grama natural: Este último ao lado do restaurante Taipiri. Após a conclusão da iluminação do campo de grama sintética foi estabelecido que toda quinta-feira é o dia dos oficiais ocuparem o campo para jogar. Esse momento de descontração é iniciado às 18h00 e se estende até 21h00.

4)  Reforma completa da casa de máquinas: esse projeto foi desenvolvido a partir de 2011 e concluído agora em 2012. Foram trocados todos os motores e todos os filtros do sistema. Alem dessa providência, os quadros de energia da casa de máquinas também foram reformados, pois já estavam bastante deteriorados.

5)  Projeto Natal Solidário: em sua segunda edição. Consiste em recolher alimento propiciando a entrada de convidados mediante entrega de dois quilos de alimento. Todo o alimento recolhido é doado à instituições de caridade, algumas indicadas pelos próprios associados.

Em resumo, tudo foi possível graças ao modelo de gestão compartilhada que foi implantado. Hoje pode se afirmar com segurança que esse modelo é o que melhor resguarda os direitos de todos associados, por ser uma prática que exige decisões colegiadas. Assim, decidir onde e como empregar as verbas arrecadadas, deixa de ser tarefa do Presidente sozinho. Esse fato por si só, justifica a continuidade desse modelo que se revelou bastante eficiente e transparente.

 Já no campo associativo a Assof integrou o Fórum em Defesa dos Servidores e dos Serviços Públicos de Goiás, que ao lado de diversas outras entidades, ajudou a conquistar a data-base de 2011 e de 2012 para todos os servidores. Frise-se ainda que o Governo comprometeu-se com o Fórum em cumprir o calendário em relação às datas-base de 2013 e 2014.

Nesses dois anos, a Associação dos Oficiais participou, sempre que convidada pelo Comando, das reuniões das comissões criadas para propor alterações na legislação Policial Militar e Bombeiro Militar de Goiás.

Muito ainda há por fazer, mas com certeza absoluta a estrutura e organização construídas nesse biênio que se encerra deixa o trabalho para os próximos anos bem mais suave.

Nossos mais sinceros agradecimentos a todos aqueles que direta ou indiretamente colaboraram conosco nessa empreitada.

“Até aqui o Senhor nos tem ajudado” (I Sm 7:12).

Goiânia, 12 de dezembro de 2012.

Elias Ferreira Tosta

Diretor Presidente

Publicado por:


Compartilhe nas Redes